16/02/07

Trio Elétrico

O Trio Elétrico é um caminhão equipado com aparelhagem sonora, criando uma espécie de palco ambulante onde os artistas se apresentam. É uma invenção baiana criada especificamente para o Carnaval da Bahia e tornou-se presença garantida em carnavais de outros Estados e fora de época, inclusive em outros países.
Em 1950, após observarem o desfile da famosa "Vassourinha", entidade carnavalesca de Pernambuco que tocava frevo na rua Chile, em Salvador, e empolgados com a receptividade do bloco junto ao público, a “dupla elétrica” formada por Adolfo Antônio Nascimento - o Dodô e Osmar Álvares de Macêdo - resolveu restaurar um velho Ford “Fobica” 1929, guardado numa garagem. No Carnaval do mesmo ano, saiu às ruas tocando seus "paus elétricos" em cima da “Fobica” e com o som ampliado por alto-falantes. A apresentação aconteceu às cinco horas da tarde do domingo de Carnaval, arrastando uma multidão pelas ruas do centro de Salvador.
Ao longo das décadas sucessivas em que o Trio saía nas ruas das cidades baianas, foi evoluindo cada vez mais e tornou-se importante veículo para o lançamento de novos artistas.
Também invenção baiana, as Micaretas trataram de ampliar a utilização deste equipamento, havendo hoje na Bahia uma verdadeira indústria para a confecção, manutenção, comércio e aluguel dos Trios.
A banda Chiclete com Banana chama para si a idéia de colocar caixas de som em torno de todo o Trio Elétrico - uma inovação que hoje faz parte da verdadeira "cidade elétrica" (dado o imenso consumo de energia) em que se tornou o Trio.
Durante a Copa do Mundo de 1990, na Itália, o músico baiano Netinho, levou seu Trio para aquele país - sendo a primeira vez que esta invenção baiana deixava as fronteiras do país para ganhar a Europa. Hoje é comum a presença do Trio Elétrico em Nova York, Portugal e Espanha, como marco da cultura brasileira, festeira e musical.

Na década de 70 Caetano Veloso vaticinava, do alto do carro alegórico:
"Atrás do Trio Elétrico só não vai quem já morreu"
Em 1975, Moraes Moreira cantava em homenagem ao Jubileu de Prata do Trio Elétrico:
"Há 25 anos
Em Salvador surgiu"
O frevo numa fobica"
E o famoso Trio
"


\o/


12


12


\o/
\o/
A professora divide a classe em dois grupos para uma disputa de perguntas e respostas. Joãozinho, todo ansioso, começa a provocar o outro grupo:
- Nós vamos arrasar com vocês, cambada de idiotas, vocês já perderam!
E Começa a disputa...
- Quem descobriu a América?
O grupo de Joãozinho responde:
- Cristóvão Colombo!
E o Joãozinho grita:
- Eu não falei? 1 a 0... uhuu!
A professora lhe repreende:
- Silêncio Joãozinho!
Outra pergunta:
- Que idioma se fala na Espanha?
O grupo de Joãozinho responde:
- Espanhol!
E o Joãozinho:
- Viram só? Eu disse, 2 a 0, vocês já eram... HAHAHA...
A professora lhe repreende:
- Cala a boca Joãozinho!
Terceira pergunta:
- Como Cristóvão Colombo chegou à América?
O grupo de Joãozinho responde:
- Nas caravelas.
Joãozinho, pulando no meio da classe e gritando:
- Eu bem que avisei, 3 a 0... UHUU... seus sacos de mer*a... HAHAHA... HU-MI-LHA-ÇÃO!
A professora, de saco cheio, grita:
- Joãozinho! Levanta e sai, por*a!
Joãozinho responde de imediato:
- O pênis, fessora!... Show! 4 a 0 seus babacas!
A professora indignada volta a gritar:
- Joãozinho, sai e não volta mais!
Joãozinho contente responde:
- O cocô, professora. HAHAHA... se fu*eram, 5 a 0!
A professora, não agüentando mais, grita:
- Joãozinho, SAI E NÃO VOLTA DENTRO DE UM MÊS!
Joãozinho, feliz da vida, responde aos berros:
- MENSTRUAÇÃO! P*TA QUE PARIU, 6 a 0.
- GANHAMOOOOOOOSSS, CA*ALHO!
\o/
\o/
178
Chico da Kombi

178

4 comentários:

JOSE AMBROSIO disse...

cHICO ESPERO QUE VOCE APROVEITE O CARNAVAL COMO UM BOM BAIANO.

chicodakombi disse...

Mestre Ambrósio,
Vou aproveitar o Carnaval para botar o sono em dia.
ZZZZZZZZZzzzzzzzzzz...
[]

Arthur Virgílio disse...

Carnaval na Bahia que maravilha...
E vc vai dormir Chico?
Não acredito
ehehehe
[]

chicodakombi disse...

Pois é, caro Arthur, tem gente que saiu do Nepal para pular atrás do Trio em Salvador, e eu, quase no meio da folia vou tirar uma soneca.
Abraço.